Expresso Agulhas Negras

O Trem Turístico entre Resende e Engenheiro Passos

O trecho ferroviário entre as Estações de Resende e Engenheiro Passos, no Vale do Paraíba fluminense já opera com o transporte de cargas, com pouco tráfego, e pode ser compartilhado com um Trem Turístico. O Projeto Expresso Agulhas Negras tem esse objetivo. Criar um Trem Turístico na linha férrea entre Resende e Engenheiro Passos, implantando o terceiro Trem Turístico no Estado do Rio de Janeiro. Isso irá fomentar o turismo nos Municípios de Resende e Itatiaia, levando um fluxo maior de turistas para as partes menos visitadas desta região.

o trajeto

Partindo da antiga estação ferroviária de Resende, na Praça da Bandeira, o Trem Turístico seguirá pela linha que já opera transporte de cargas em direção a São Paulo, passando por Itatiaia até a chegada na Estação Engenheiro Passos. São cerca de 27,8 Km atravessando parte do Vale do rio Paraíba do Sul em território fluminense e cruzando áreas urbanas e rurais.

A maior parte da estrutura ferroviária necessária já se encontra pronta para a operação.

A estação de Resende foi recentemente reformada pela Prefeitura da Cidade e a Estação de Engenheiro Passos se encontra em reforma. Há necessidade de acordos de compartilhamento da linha junto a Operadora da linha de cargas, e aquisição de material rodante.

O Trem

A ideia para viabilizar o Expresso Agulhas Negras é a utilização de uma Automotriz Budd RDC, que chamamos aqui no Brasil de Litorina. Existiam 10 na antiga Estrada de Ferro Central do Brasil, quando operaram durante o século passado. Hoje, destas 10 Automotrizes, 4 estão operacionais (1 no Trem Turístico na CPTM em SP, 1 com a ABPF-SP e outras 2 com a ONG Amigos do Trem, uma parada em Mariano Procópio-MG e a outra parada em Miguel Pereira-RJ). As outras 6 estão encostadas ou sucateadas, necessitando de reforma. O Expresso Agulhas Negras pretende usar uma destas Litorinas.

vantagens

Com a criação do passeio de trem, os turistas que hoje visitam a região de Penedo terão uma atração a mais na região, podendo se deslocar até Resende e fazer o passeio de ida e volta até Engenheiro Passos. Estes turistas que visitam Penedo ou na região de Visconde de Mauá não costuma visitar Resende ou Engenheiro Passo e ficam restritos aos atrativos mais próximos de onde estão hospedados. Com o Expresso Agulhas Negras passarão a ter um incentivo a mais para se deslocarem até Resende, gerando desenvolvimento, emprego e renda. Uma atração deste porte aumentará muito o fluxo de visitantes e consequentemente beneficiará toda a rede de atendimento a esse turista, como por exemplo: restaurantes, estacionamentos, hotéis e lojistas.

Futuramente, com a construção de uma estação em Itatiaia, a visita ao Parque Nacional de Itatiaia também será muito facilitada, se tornando mais atrativa.


O Expresso Agulhas Negras irá ampliar o turismo em Resende e Itatiaia!

Siga-nos no Facebook e se mantenha informado sobre o andamento do projeto.